É que o passado já era

desengano

Desculpa, eu parei de falar de você. Eu parei de ter você como o conteúdo principal da minha vida. Eu parei de escrever sobre o que eu sentia em relação a você. Desculpa, eu parei de te dar notícias sobre minha vida, e sobre meu coração. Mas sabe, é que você deixou de ser a notícia principal no jornal da minha vida. E automaticamente eu não sinto mais nada.

É que as coisas por aqui mudaram, eu cresci, amadureci, e olha só, esqueci onde foi que eu joguei você! Mas pelo pouco que lembro, acho que foi no passado. Nossa história é um quadro velho que eu tenho pouca admiração, mas vez ou outra eu gosto de olhar, só pra me orgulhar do que sou hoje. Do que sou sem você.

Você foi tema de mais de meia dúzia de textos escritos por mim, e uma parte de mim ainda queria pertencer a você, então eu sofri. Sofri mais do que esperava sofrer, não esperava tantas lágrimas assim vindas de mim mesma, afinal eu não costumo ser assim. Cê sabe que eu até cheguei a assistir aqueles filmes água-com-açúcar que eu detesto? E pior: Lembrei de você, acredita?. Precisa nem responder, outra coisa que não te contei é que sua opinião por aqui não importa mais. 

Talvez você não consiga entender que a minha vida seguiu, mas relaxa, você não é o único por aqui. Minhas amigas ainda não acreditaram 100%. Minha mãe ás vezes ainda tenta uma conversinha mesmo que seja pelas beiradas. Meu pai sempre tenta arrancar algo de mim nos almoços de domingo. Mas a grande verdade que ninguém entende, é que eu parei de encaixar você nas músicas das minhas bandas. Parei de levar você na minha mente e entrar no meu quarto. Ninguém entendeu como foi que eu fui tão forte e madura pra te esquecer. 

Mas eu te esqueci, se é o que você está se questionando neste momento. Arranquei cada pedaço seu do meu coração, tirei suas fotos do meu celular, rasguei suas cartas e fui viver minha vida. Ora, não foi você que mandou? Então, segui seu conselho ué! E por falar nisso, que conselho hein? Você me rendeu tudo o que há de bom ao meu redor. Gostei tanto do que consegui que nem penso em voltar pra você. Pode ficar com minhas lágrimas, cartas e as vezes que caí nos seus joguinhos de Don Juan, porque aqui, no meu espaço, só há lugar pra a nova Gabriela que sou. 

Pode ficar por aí, que eu estou bem. Você deixou de ser meu problema. Viva sua vida e seja feliz, iludindo outras por aí, mas aqui você não há mais de se meter. 

Só isso querido, só isso. Nada a acrescentar. 

Anúncios

Esse blog AMA COMENTÁRIOS! :D

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s