Não olhe pra trás

joelhos

Sempre que recebo o e-mail de uma leitora ou uma ligação de uma amiga me pedindo conselhos sobre amores que estão em crise ou que já se perderam, eu nunca consigo não tocar na tecla do orgulho. Eu não consigo não dizer o quanto ele é importante, principalmente nessas horas, quando o coração está machucado e a cabeça está confusa. 

Quando a gente escuta um ”Eu não te amo mais” é como se nosso mundo caísse diante de nós sem que desse tempo de fazer algo para evitar que aquele dia fosse daquele jeito. A vontade é dizer o mesmo, responder na mesma moeda. Mas ao invés disso, nós direcionamos o ódio para nós mesmos. No espelho, o cabelo deixa de brilhar, o corpo já está criando curvas em lugares errados e as unhas não crescem. Senhora e senhores lhe apresento os sintomas pós pé na bunda. A gente começa a se achar inferior, que não somos boas o suficiente, mas na verdade, sempre fomos.

Essa coisa de mandar mensagens com frases prontas no WhatsApp ou mudar o status pra algo mais ”eu não estou nem aí pra você” não funciona, e nunca funcionou. Ele vai ler? Vai sim, e depois de ler vai passar adiante pra checar algo mais interessante no feed de notícias. Não faz nenhuma diferença pra ele, só pra você. Só que a gente não entende isso, e vai logo checar se ele leu, se ele se importou. 

Não espere que ele leia sua frase e passe a noite pensando nela. Ele vai continuar a sair com os amigos pra curtir a vida, e como incluso no pacote também vai relembrar os beijos de antigos amores, ou de novos beijos que não serão os seus. Mas depois de uma noite de curtição talvez ele ligue pra dizer que você foi uma boa garota. Isso vai soar como um ”Eu ainda te amo”, mas não é, não se deixe iludir.

Ele sempre vai tentar fazer com que você acredite que é especial o suficiente para mudá-lo. Talvez até te mande uma música que diga isso pra você, mas na verdade, ele quer é poupar o tempo de ter que escrever tudo o que sente em relação á vocês dois. Essa música será seu despertador, seu toque de celular, será sua trilha sonora para os próximos momentos tristes. 

Hoje, sei que para fazer alguém acreditar no amor, não basta amá-lo. É preciso mostrar a importância do amor. E até a falta que ele faz. Se humilhar e pedir pra voltar, é uma atitude que qualquer garota apaixonada faria. Como ele mesmo já disse algum dia, você não é uma garota qualquer, é?

Post por-

 

Anúncios

2 comentários sobre “Não olhe pra trás

Esse blog AMA COMENTÁRIOS! :D

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s