Eu não quero ir.

rainy-day-1935995_960_720

Demorei muito tempo pra escrever esse texto, talvez estivesse esperando o momento certo ou algo assim, mas tá aqui.

Dizem que com o tempo geralmente a gente acostuma, e tudo que parecia ser doloroso acaba sendo quase que uma normalidade. Mas não é o que parece. Quando as caixas estão lacradas, a casa empoeirada, o seu peito cheio de memórias, a dor resolve falar mais alto. 

Estradas e lágrimas na janela de um carro foram praticamente toda a minha vida, e os abraços de velhos amigos e familiares eram conforto pra 2 ou 3 horas, depois disso, a dor batia na porta de novo, e com ela, todos as minhas melhores lembranças. Eu não sei se é meu ascendente em Touro, mas toda e qualquer mudança é sempre um desafio, uma lágrima que escorre, uma dor no peito, um arrepio na espinha, uma solidão. Cansei, cansei de me fixar e me desprender, cansei de dar adeus sempre quando quero ficar, é um estica e puxa, e nunca pensei que viveria de poucos momentos. 

Como sempre, eu me preparo pra tudo, tanto pra ficar quanto pra ir, e é nesse meio termo que tenho que me adaptar, minar em mim pra descobrir meu conforto, seja ele eu mesma ou até outro alguém. No início sempre há uma resistência, mas não podemos lutar por algo que é mais forte que nós, o que resta é acalentar-me abraçada aos travesseiros ou bebendo algo com os velhos amigos, o que me importa mesmo é ficar bem, com todo mundo e quem sabe comigo.

assinatura2

Anúncios

4 comentários sobre “Eu não quero ir.

  1. Quando se tem que mudar,pode-se chorar,espernear,
    lamentar,mas não adianta,a não ser que o lugar onde estamos seja tão ruim que até ficamos alegres,mas,mesmo assim,no meu caso,a mudança ainda fica esquisita.E realmente,arrumar caixa para sair,desarrumar caixa para entrar,para mim é outra coisa chata.

    Curtido por 2 pessoas

  2. Talvez não seja para todas as pessoas,mas para mim mudança também é difícil,dolorosa,mesmo com a promessa da próxima residência ser melhor.Ver a casa vazia…É dureza.Engraçado que a nova casa ainda vazia não é,né?Por que será?Há!Há!Há!Claro!
    Mas quando se muda da próxima casa,e esta casa,que agora é nova(para nós),daqui algum tempo já não é,estamos prontos para mudar,aí esta casa,que agora é vazia,cheia de novidades,quando voltamos a vê-la vazia,vira vazia cheia de recordações.Entende?
    Mesmo onde eu quis não estar,quando foi a hora da mudança,foi,no mínimo incômodo.Apenas um lugar não me doeu a mudança,mas,mesmo assim,estranhei.Sei lá,acho que sou uma pessoa que se apega aos lugares onde moro.Alguns lugares foram terrivelmente doídos para mim,na mudança,e nunca esquecerei.Aliás,eu lembro de todos os lugares onde morei e do momento da mudança de cada um.Não sei se é do meu signo,mas para mim é complicado.Espero um dia ter meu próprio,para,se possível,nunca mais mudar.🏠🏢🏡

    Curtido por 2 pessoas

Esse blog AMA COMENTÁRIOS! :D

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s